sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Intolerância e derespeito



Creio que um dos assuntos mais polêmicos dessa semana foi a agressão cometida por  três militares contra um jovem homossexual logo após a Parada Gay do Rio, que ocorreu no domingo. O jovem e o namorado foram abordados e o estudante Douglas Igor Marques Luiz, de 9 anos, foi baleado na barriga, nas pedras do Arpoador, em Ipanema. O episódio reflete como as pessoas ainda estão despreparadas para lidar com tudo aquilo que é diferente.


Há algum tempo, fiz um post criticando os estudantes da Unesp por terem realizado um "rodeio das gordas". Hoje, a introdução é diferente, mas a temática permanece a mesma: a incapacidade do ser humano em lidar com as diferenças. Creio que a charge acima retrate bem o que acontece. Todos exigem respeito e igualdade quando estão de um lado da moeda. Entretanto, quando o fato esbarra nos preconceitos e moralismos hipócritas da sociedade, os indivíduos prezam pela "moral e bons costumes". Mas quem foi que ditou essas regras de comportamento? Quem foi que disse que é errado ser homossexual? Será que os indivíduos não podem ser livres?

Penso que todos temos algum tipo de preconceito. É hipocrisia dizer que não. Entretanto, é necessário esforço para mudar esse quadro. São visões de mundo que permanecem enraizadas na sociedade desde os tempos remotos. Até quando isso vai permanecer? Será que o avanço no planeta é somente nas áreas tecnológicas? O ser humano não é capaz de acompanhar o progresso também em suas ideias? É triste. Mas é preciso mudar. Repensar todos os dias as atitudes e verificar o que é preciso modificar em si, para que esse mundo ainda tenha alguma salvação.

Um comentário:

  1. oi, lívia!

    fiquei em chocs quando li a notícia. vc viu também o que aconteceu em sp? um grupo de meninos de classe média alta que agrediu com uma lâmpada um jovem gay?

    as cenas foram filmadas pela câmera de segurança de um prédio, a luz do dia, o que só mostra que as pessoas não tem nenhuma preocupação com o que pode acontecer com elas.

    fico triste porque a gente não sabe que mundo é esse.

    um beijo, lívia!

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails