sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Da Liberdade

Se tem uma sensação que o ser humano não consegue lidar é a liberdade. Todos nós necessitamos estar presos a convenções e preconceitos, que nos paralisam e não nos permite seguir adiante. Entretanto, o que seria a tão famosa "liberdade"? Será que os atavismos que carregamos desde o início dos tempos são passíveis de mudança? Será que somos capazes de desatar os nosso nós?
A resposta para essas questões varia. Para cada qual, há um momento e toda pessoa vive um momento diferente. Além disso, a liberdade não é algo uniforme. Ela não é a mesma para todos; até porquê, os seres humanos são diferentes uns dos outros. Assim, é impossível falar de uma liberdade em si, mas de diversas liberdades, em que as pessoas vão se desprendendo de suas próprias prisões.
É possível estar encarcerado e ser livre. A questão está na mente, nas ideologias, nas crenças de cada um. Não adianta querer fugir do mundo; a questão da liberdade é, ao mesmo tempo, uma questão de paz, de conhecer a si mesmo. Sem saber quem se é, não é possível conhecer os próprios limites, nem entender até se pode ou se deve ir.
Assim, remeto à famosa frase de Sócrates: "Conhece-te a ti mesmo". Quem se conhece, é capaz de ser livre e viver a sua vida em plenitude.

Um comentário:

  1. Liberdade não é ter caminhos para escolher, é ter clareza o suficiente para saber quais caminhos trilhar, sem receio.

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails