segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Do tesão feminino



Em algum momento da história da humanidade, alguém falou que a mulher só deveria ser instrumento de reprodução. Durante séculos e séculos, ela foi considerada a perversora dos "bons costumes", a começar por Eva, que induziu o pobre Adão a comer a maçã e, assim, concebeu o pecado original. Os tempos foram passando e muitas mulheres foram queimadas como bruxas ou consideradas pervertidas por gostarem ou sentirem prazer com o sexo, com o toque e o tesão.

Atualmente, vejo que o assunto "sexo" continua sendo tabu. As meninas só começam a perceber que o sexo é totalmente dissociável do amor quando possuem uma certa idade. Até então, é considerado "errado" fazer sexo pelo sexo...é como que uma obrigação perder a virgindade com um namoradinho que se ame, ou com alguém com quem se tenha alguma espécie de envolvimento sentimental/amoroso.

Esse é um problema muito grave já que, apesar da revolução feminina, da queima dos sutiãs e de toda a abertura nesse sentido, as próprias mulheres continuam com atitudes machistas. Não estou aqui defendendo a promiscuidade, mas a liberdade de poder se fazer aquilo que se tem vontade num determinado momento, independente do que a sociedade diga. Ora, o que mais se vê são mulheres se resguardando...afinal "o que ele pode pensar que eu sou, né?". Simples, ele não tem que pensar nada!! O problema é esse, se o parceiro não tem maturidade o suficiente pra entender que você possui tantos desejos quanto ele, quem está errado é ele, não você! O tempo de reprimir os desejos passou!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails