domingo, 13 de junho de 2010

Perdida

Um dia eu imaginei meu futuro. Imaginei cores e flores, amor e muita felicidade. Vivi uma realidade só existente em sonhos de criança, os quais eu teimei em conservar e acreditar dentro do meu coração. Acreditei que seria pra sempre, acreditei que toda a maldade do mundo não seria capaz de ultrapassar aquilo que de tão forte nos unia; aquilo que de tão precioso eu guardava, como a minha jóia mais bonita e mais cara.

Mas você foi embora. E eu deixei de acreditar nisso. E hoje me vejo tentando entender o que vai ser da minha vida. Hoje reconheço o quanto errei ao deixar meu mundo em suas mãos, ao esperar que você fosse capaz de realizar os meus sonhos. Porque certos sonhos simplesmente não devem ser realizados. Talvez porque não esteja nos planos de Deus, talvez por falta de merecimento de minha parte, ou seja lá o que for. Entretanto, o que fazer com o sentimento que, apesar de tudo, ainda teima em ficar? Gostaria que ele fosse um pedaço de papel, que eu simplesmente amassasse e jogasse fora. Mas não, os sentimentos ficam guardados. E por mais que eu tente, por mais que ele me machuque, ele está guardado dentro do meu peito.

Escrevo pra poder aliviar - e talvez compartilhar um pouco com vocês, caros leitores, um pouco da minha solidão. Escrevo para que possa tirar de mim uma ponta dessa angústia que ainda fica, por mais que eu brigue com ela, todos os dias. Porque, apesar de tudo, penso todos os dias em você - por mais que você não mereça, por mais que você não saiba (ou até saiba, mas finja que não).

Só queria vir aqui para dizer que não sei o que fazer com o que sobrou de mim nesse mundo...

2 comentários:

  1. caiu como uma luva pra mim. parece até complemento d meu texto, das minhas ideias. obrigado por esclarecer os meus pensamentos tb.

    ResponderExcluir
  2. Todos estamos perdidos sempre na vida.. adinal existe o grande mistério.. da onde viemos, pra onde iremos.. e pq isso td? Mas faz parte e vamos aproveitar do melhor jeito.. e não vamos criar subterfúgios para nos esconder na dor, na dor que não é real!!! te amo coisinhaa!!! vamos animar essa depressão aqui!

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails